Páginas

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

CAPÍTULO XXVIII


Ela tem bom paladar.

Não me recordo se já citei, mas Sofia não come pão sem mateiga. Não me julguem. Raramente damos pedacinho de pão a ela, mas quando isso acontece, se ela não sentir o gosto da manteiga, o pedaço é posto apra fora INTACTO.
Por mais que tentemos dar algumas coisas a ela, não é toda guloseima que ela gosta. Por exemplo, um dia deixei cair flocos de sucrilhos no chão e ela nem ai para eles. Cheirou, pegou, mas pôs para fora.
Numa noite dessas, cheguei em casa e fui na tia Mirinha com a Soso sempre ao meu lado.
─ Oi, tia.
─ Oi, sobrinha. Tudo bem?
─ Tudo...
            Sofia começou a cheirar um canto da sala.
            ─ O que foi, filha?
            ─ É a bola.
            ─ Não é, não. Ela tem cheirado muito esse espaço aqui e nunca olha para cima ou pede a bola. Tem alguma coisa no meio desses móveis. Melhor dar uma olhada.
            ─ Falando nisso, sua mãe te contou o que fez ontem?
            ─ Não… O que houve?
            ─ Tinha um queijo aqui em casa que não estava muito bom ai eu disse a sua mãe q eu ia levá-lo e "descascá-lo". Na hora que eu coloquei o pedaço na boca, eu disse: "ih, nice, tá prestando, não. Tá muito ruim!" Ai sua mãe disse: "então deixa para Sofia". Na hora que ela deu o pedaço, Sofia "blaur" na hora.
            Eu comecei a rir.
            ─ Ai sua mãe: " é, Mirinha, o queijo tá ruim mesmo. Nem a Sofia quis".
            ─ Vocês acham que Sofia tem a falta da paladar da minha mãe. Minha cachorra sabe o que é bom, oh!.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...