Páginas

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

RUMO A MINHA FESTA DE 28 ANOS

É... estou chegando aos 30! Mas isso não é motivo para desânimo. Ao contrário, durante um momento de reflexão em agosto, me dei conta que eu tenho muito o que comemorar esse ano. Tenho sorte de fazer anos em dezembro, então posso fechar o ano com chave de ouro.
Ao seguir a linha cristã e ao perceber as bênçãos que recebi - e ainda estou recebendo- decidi por comemorar meu 28º aniversário com um culto de ação de graças junto a minha família e aos meus amigos mais íntimos. O ponto central do texto é o trabalho que organizar tudo isso está dando. Além do culto, também farei um breve bingo e toda a bagunça que minha família sempre proporciona.
A princípio, havia 3 opções para o evento: um brunch, um chá colonial e um almoço colonial (bem à moda dos tempos de colonização). Optei pelo chá colonial pela facilidade dos itens a serem servidos e também pela simplicidade da arrumação. Após fazer a lista de convidados e decidir definitivamente que eu não faria festa de casamento. Cinquenta pessoas da lista são da minha família e da família do Victor. Realizem o prejuízo rs! O total dos íntimos foi de 78 pessoas. É muita intimidade, certo?! Continuando...
Depois da lista de convidados pronta, comecei a elaborar o modelo do convite, que divulgarei mais para frente. Usei um papel decorado que eu já tinha e o editor de texto. Ficou fofo! O próximo passo foi a elaboração do cardápio, que foi muito pesquisado. Afinal estamos no Brasil e a verba para os gastos não é tão grande assim. Na verdade, eu fiz lista de tudo: convidados, comida, bebidas, decoração, serviço, acessórios a serem usados e por aí vai.
Quanto à decoração, optei por cores bem verão 2011/2012. Também podera! O azul (minha cor favorita) e o laranja (para marcar o sol) foram os escolhidos. Além dessas fortes cores, também optei pelo branco para quebrar um pouco o colorido. Pretendo marcar o laranja com as flores naturais que ficarão nas mesas principais. Como sou apaixonada por leitura, também usarei muitos livros na decoração.
O motivo de eu compartilhar essas informações com vocês é por saber que muitos gostariam de poder realizar um evento dessa forma, mas não sabem por onde começar. Sempre acabam optando por um churrasco ou o típico jantar com Strogonoff (bem brega, na minha opinião). Sei que não farei o acontecimento do ano, mas o importante é fazer com que todos se divirtam e apreciem o trabalho que estou tendo, pois cada pedacinho desse chá será fruto de muita reflexão e pesquisa.
Então vamos especificar como todo o planejamento está se dando:
1º PASSO: Lista de convidados
Com o número de pessoas nas mãos, fica mais fácil para decidir o horário da comemoração e o tipo. Optei pelo chá pela sua informalidade e facilidade. Entende-se que as pessoas já terão almoçado e o chá servirá de confraternização para a sobremesa e lanche.
2º PASSO: Lista do que será servido.
A primeira coisa que fiz foi eliminar o tradicional bolo de aniversário. É um chá. Haverá bolos de diversos tipos. Para que gastar mais com outro bolo? Não, não. Separei os itens por salgados, doces e bebidas, como segue abaixo:
              Salgados: croissants, folhados, quibes, bolinhas de queijo, coxinhas, queijo prato, queijo minas, peito de peru, pasta de ricota com ervas, patê de bacon, sanduíches com pasta de frango, pão de fôrma preto, pão de fôrma comum, salame italiano, presunto, mussarela, cachorro-quente, pizza caseira, torradas.
              Doces: geleiaa, biscoitos amanteigados, bolo de cenoura, bolo de fubá, bolo comum, bolo de chocolate, folhados doces, frutas diversas, mel, creme de leite, leite condensado, de bolo de aipim.
             Bebidas: café, leite quente, leite frio, água quente, 3 tipos de chá, suco de uva, suco de laranjasuco de abacaxi, chocolate quente, iogurte, refrigerante, água

3º PASSO: Providenciar o local. 
Farei no terraço da casa de meus tios Sônia e Fábio. Excelente local com total infraestrutura.

4º PASSO: Decidir o tema
Chá Colonial já está de bom tamanho. Então tive que escolher a decoração. Pensei, pensei e continuo pensando; porém, o toque principal serão as cores laranja, azul e branco. Usarei alguns livros que servirão de suporte para alguns pratos e também serão usados como meros enfeites. Também usarei muitas flores, principalmente em tons laranja e amarelo. Buscarei enfeites básicos de aniversário apenas para constar. Nada de balões. Além do trabalho que dá para encher, eles estouras, murcham e no final da festa estarão com uma aparência envelhecida.

5º PASSO: Orçamento. Como disse, não tenho muito o que gastar, mas certamente não farei pouca coisa, nem mesmo mal feita. Comecei a organizar a festa em agosto, então houve tempo suficiente para fazer orçamentos. Andei pelas ruas do Saara, no Centro, fui a mercados de atacado e a centros de distribuições e a pólos de vendas mais em conta, como o Mercadão de Madureira e a Praça 2, em Vigário Geral. Sempre que tinha uma chance, lá estava eu anotando todos os valores que precisava. Depois estabeleci o início de compras e aos poucos fui adquirindo tudo que precisava. Além disso, com a lista dos acessórios que usaria, revirei minha casa e separei o que me seria útil. Depois ataquei as casas de minhas tias com o mesmo intuito. Além do orçamento com a decoração, os petiscos também entraram na onda e tudo foi muito bem consultado e anotado. Os produtos não perecíveis ou que aguentam mais de 5 meses já foram comprados. No final me restará poucos itens com que me preocupar. 

Espero que possa ter ajudado a pensar em sua próxima comemoração. Continuarei a postar meus próximos passos!

Até breve.
Emily Bernardo


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...