Páginas

segunda-feira, 29 de abril de 2013

CAPÍTULO 39


Mamãe sai de férias


 Finalmente chegou o dia de eu ir à Bahia e aproveitar minhas férias. Planejei 10 dias em terras baianas e estava hiperansiosa para ir. As cidades escolhidas foram Salvador, Morro de São Paulo e Porto Seguro. Como meu último dia de trabalho ia ser na sexta e eu viajaria no sábado muito cedo, minha mala começou a ser feita na segunda-feira anterior.
Sofia já conhece aquela movimentação toda e logo ficou manhosa. Começou a me seguir para todos os cantos, me atrapalhava a mexer nas roupas e arrumava um jeito de chamar a atenção para brincar. Na terça-feira, ela mal falava comigo. Nem me dava a atenção que sempre tenho pela manhã.
Já na quarta-feira, seu humor já estava melhor. Acredito que ela entendeu que eu não partiria tão logo ela imaginou. O restante da semana foi pura festa para ela. No sábado, saí às 5:30 da manhã e ela ainda estava sonolenta demais para entender o que estava acontecendo.
Assim que cheguei a Salvador, liguei para minha mãe e, claro, perguntei pela minha cadelinha. Minha mãe disse que ela estava bem, mas parecia estar sentindo minha falta. Infelizmente, ela teria que passar 10 dias sem a dona e toda a festa que fazemos ao brincarmos.
         Cada vez que eu mudava de cidade, ligava para minha mãe para avisar que já estava sã e salva. Minha mãe também me ligava sempre que sentia saudades da pentelha da filha. As notícias de Sofia que ela me passava era sempre a mesma

         Continua gorda, mas está bem. 

         Em outras palavras, não havia qualquer surpresa da parte da ruiva; por isso, tranquila fiquei ao constatar o bom comportamento da Sofia. Pura ilusão minha.
         Depois que minha mãe me pegou no aeroporto, quando cheguei no Rio, no caminho de casa, começou a reclamação.
         Não aguento mais aquela cachorra. Ela fez xixi em todos os panos dela… todos os dias. 
         Que isso, mãe?! Do jeito que você falava parecia que ela estava se comportando muito bem.
         Eu estou cansada de lavar pano dela e cama dela. Hoje ela vai dormir no chão frio.
         É pura manha, mãe. Agora que eu cheguei, ela vai parar.
         Acho bom mesmo, porque eu vou deixar as coisas dela para você lavar agora.
 
         Eu apenas ria da situação.
 
         Quando finalmente cheguei em casa, Sofia fez muita festa, tanta que teve tempo de pensar e perceber que estava no tapete, correr para sua cama e fazer xixi nela de tanta alegria.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...