Páginas

domingo, 31 de julho de 2011

PANQUECA DE ABÓBORA

Por mais que eu, às vezes, escreva sobre culinária e realmente aprecie essa arte, sou totalmente desacreditada em casa, Por meus tios, namorado, minha mãe e até algumas amigas. Ninguém acredita que eu possa realmente cozinhar, pois raramente o faço.
Acontece que não tenho paciência para fazer o trivial arroz com feijão. Na verdade, nem sei mexer em panelas de pressão, então, feijão é algo que realmente não sei fazer. Contudo, quando decido ir à cozinha, não decepciono. Claro que tento fazer isso quando minha mãe não está em casa, pois até no meu omelete ela dá palpite. Haja paciência. Ela sempre quer dizer que o dela é melhor. A mulher nem gosta de cozinhar e cisma em me pertubar. Vai entender... mas vamos em frente, que esse realmente não é o assunto da vez.
Finalmente conseguir marcar com minha amiga Patrícia de fazermos um almoço. Infelizmente não pude ir à casa dela como planejamos; então ela veio até a minha. Depois chegou a irmã dela, Aline. Queríamos fazer algo que fosse suficiente para nós 3 apenas. Ao olhar a geladeira, avistei a abóbora e me lembrei de uma receita de panqueca de abóbora. Não pensei duas vezes. Patty concordou e comprou a carne e a mussarela. Claro que não segui a receita completa, mas ela foi de grande ajuda na inspiração. No final das contas, tudo deu certo! Assim, passarei a vocês a receita simples que também pode servir para reaproveitar algumas coisas de sua geladeira.
E como tudo o que faço há momento cômicos, esse não seria diferente. 

Imagem emprestada do Google!
INGREDIENTES
Massa:
1 ovo
1 xícara e meia de leite
2 colheres (sopa) de margarina
1 colher (chá) de fermento em pó
1/2 xícara de farinha de trigo
1 xícara de abóbora cozida em pedaços
sal a gosto
Recheio
500g de carne moída
2 colheres (sopa) cheias de cebola ralada ou picada
1 colher (sopa) de alho
2 colheres (sopa) de azeite
1 xícara de talos de bertália picados (que eu fui informada ser espinafre)
1/2 colher (chá) e gengibre ralado
1/2 xicara de extrato de tomate
sal, temperos a gosto (eu usei um pouco de sal, tempero misto e noz moscada)
Cobertura
250g de mussarela
1 xícara de molho pronto para pizza
Depois do tempo que levamos para fazer as panquecas, é preferível fazê-las primeiro e reservar. Então, siga a ordem abaixo.
Massa
Bata no liquidificador todos os ingrediente por 2 minutos.
Eu acrescentei mais uma colher de sopa (não muito cheia) de farinha de trigo.
Use uma frigideira de teflon para fazer as panquecas. Será necessário usar um pouco (bem pouco) de óleo para cada panqueca. Por causa da abóbora, ela demora mais tempo para cozinhar.
Depois de pronta, reserve.
Recheio
Nem apanela, coloque o azeite, o alho e a cebola. Deixe fritar um pouco e depois acrescente os talos de bertália picados. Faça um reforgado rápido e acrescente a carne moída temperada. Deixe cozinhar e tente desfazer os bolinhos de carne que se formam. O ideal é que a carne fique soltinha.
Por fim, acrescente o extrato de tomate e deixe a carne cozinhar por mais alguns minutos.
Em um refratório, coloque um colher de sopa de ketchup picante e espalhe. Enrole a carne nas panquecas e as arrume no refratário.
Espalhe a mussarela por cima e termine com o molho para pizza. NÃO EXAGERE!
Leve ao forno para derreter o queijo.
Sirva com a salada de sua preferência. A minha foi improvisada da seguinte forma:
-Cenoura ralada com casca
-Beterrada ralada
-Tomate picado sem caroços.
-Azeite, sal e vinagre para temperar a gosto.
DICA:
Antes eu havia refogado as folhas de bertália no azeite e alho. Quando minha mãe disse que achava que tinha comprado bertália no lugar de espinafre, como eu havia pedido, decidimos improvisar. Em algumas panquecas, coloquei bertália com a carne e essas fizeram muito sucesso.
Até minha mãe admitiu que ficaram boas e reclamou que eu não cozinho sempre. MEREÇO!
RENDE 12 PANQUECAS.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...